Aceita um chimarrão?
Aceita um chimarrão?

Aceita um chimarrão?

Feito pra ser bebido quente, esteja calor ou frio, e nem experimente colocar açúcar. A natureza, mandou ele ser amargo mesmo!

É a bebida do coração de todos os gaúchos e se já não bastasse à tradição, agora os médicos descobriram um motivo para deixar o chimarrão, ainda melhor;
– Poder estimulante, aumenta a disposição por conter a substância cafeína.
– Protege o coração, bloqueia a formação de radicais livres, tem efeito antioxidante.
– Reduz níveis de colesterol e triglicerídeos, erva-mate contém saponinas e metilxantinas. As saponinas são compostos hidrossolúveis amargos, sendo um dos prováveis fatores a influenciar no sabor característico do chimarrão. Além disso, a essas substâncias são atribuídas propriedades anti-inflamatórias e hipocolesterolêmicas. Estudos apontam que as saponinas interferem no metabolismo do colesterol e atrasam a absorção intestinal da gordura proveniente da dieta via inibição da atividade da lipase pancreática.
Mas cuidado!!!
O hábito de tomar essa bebida muito quente foi relacionado com o desenvolvimento de câncer de esôfago em anúncio feito pela OMS. O consumo de bebidas muito quentes é uma causa provável de câncer de esôfago e é a temperatura, não a bebida em si, que parece ser a causa – disse Christopher Wild, diretor da Agência Internacional para a Pesquisa sobre Câncer (IARC, na sigla em inglês), ao apresentar o estudo realizado por um comitê de 23 especialistas.

Mas então como saber se o chimarrão está na temperatura adequada para a saúde?
Nada de água “pelando” de quente. Essa é a primeira regra.
A segunda norma inclui um item que pouca gente costuma usar: o termômetro.
– Cuia, bomba, térmica e termômetro. Esses são os itens necessários para preparar um bom chimarrão. Não é frescura – garante o especialista.
Para preparar o mate da maneira certa é preciso seguir a receita à risca: a água não pode passar dos 70ºC. Para saber isso, só com termômetro de cozinha. – Pesquisas produzidas em diferentes países chegaram à conclusão de que, a partir dos 60ºC, qualquer bebida pode causar lesão no esôfago. Alguns casos em que a pessoa tem pré-disposição para a doença ou hábitos de risco, como ser fumante, a célula machucada pelo calor sofre uma mutação e se transforma em célula cancerígena.
Mas não é preciso apenas tomar o chimarrão, para se beneficiar das qualidades da erva mate, pois ultimamente o extrato da planta já vem sendo usado na área cosmética, como principal ingrediente, em cremes feitos para retardar o envelhecimento da pele. Isto se deve pois tem a presença de uma substância antioxidante, que contribui bloqueando a ação dos radicais livres. Assim o mate virou princípio ativo de hidratantes, loções e máscara de beleza.

 

* Keli Lang Schäfer é nutricionista e pós-graduada em Nutrição Humana com área de concentração em nutrição clínica – CRN 8 3198

Atende no antigo Filadélfia
Rua Mato Grosso, 640 – Centro
Marechal Cândido Rondon-PR
Fone: (45) 3284-7100

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *