A importância da alimentação na prevenção do Câncer de Mama
A importância da alimentação na prevenção do Câncer de Mama

A importância da alimentação na prevenção do Câncer de Mama

O Câncer de Mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido enquanto outros são mais lentos.

Esse tipo de câncer é o mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do Câncer de Pele, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. Ao contrário do que muito acreditam, o câncer de mama também acomete homens, com menor icidência, representando apenas 1% do total de casos da doença.

A idade é um dos mais importantes fatores de risco para a doença. Esse tipo de câncer é relativamente raro antes dos 35 anos, porém, após os 50 anos, os riscos são maiores. Cerca de quatro em cada cinco casos ocorrem após os 50 anos.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa de novos casos no Brasil para 2018 é de 59.700, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres.

Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis como:

  • Praticar atividade física regularmente;
  • Alimentar-se de forma saudável;
  • Manter o peso corporal adequado;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Amamentar.

É importante que as mulheres observem suas mamas sempre que se sentirem confortáveis para tal (seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano),  valorizando a descoberta casual de pequenas alterações mamárias.

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são:

  • Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
  • Saída espontânea de líquido dos mamilos.

As mulheres devem procurar imediatamente um serviço para avaliação diagnóstica ao identificarem alterações persistentes nas mamas.

 

Mas… como a nutrição pode ser uma aliada na prevenção do câncer.

O estilo de vida influencia como fator de risco no desenvolvimento da doença e cerca de 30 a 40% de todos os casos estão diretamente ligados à alimentação inadequada, falta de atividade física, excesso de peso e agentes químicos, como o tabaco.

Vários estudos estão demonstrando que uma dieta pobre em grãos, vegetais, frutas e peixes e rica em carne processada tem impacto no desenvolvimento do câncer de mama. Esses dados apontam para o fato de que o câncer poderia ser evitado com mudanças simples no estilo de vida, ou seja, com alimentação adequada e atividade física frequente. Nenhum alimento sozinho é capaz de proteger contra o câncer, mas a combinação de uma alimentação equilibrada, junto a alguns alimentos antioxidantes, pode estimular o sistema imunológico para a sua prevenção.

Boas práticas alimentares podem prevenir o câncer de mama, como evitar alimentos processados e ultraprocessados, biscoitos, salgadinhos, excesso de gordura, doces refinados e bebida alcoólica.

 

Confira algumas dicas:

  • Utilize fonte de gordura saudável, como azeite de oliva extra virgem;
  • Tenha o hábito de ingerir oleaginosas, como: castanhas, nozes, amêndoas;
  • Prefira os alimentos integrais, como pães, biscoitos, aveia, semente de linhaça;
  • Coma diariamente três porções de frutas (incluindo as vermelhas) e duas de legumes no mínimo ao dia;
  • Aumente o consumo de alimentos antioxidantes que contém vitamina A, C e E, podendo ser encontrados em laranja, acerola, castanhas, cereais integrais e semente de girassol;
  • Mantenha os níveis de vitamina D normais, com exposição solar e alguns alimentos de origem animal e óleos.

 

Lembre-se: O Câncer de Mama tem cura. Procure seu médico. Faça o autoexame. Realize a mamografia. Previna-se!

 

Keli Lang Schäfer

Nutricionista

Pós-graduada em Nutrição Humana com área de concentração em Nutrição Clínica

CRN 8 3198

 

Atende no Centro Administrativo – Antigo Hospital Filadélfia
Rua Mato Grosso, 640 – Centro
Marechal Cândido Rondon – PR
Fone: (45) 3284-7100