Visita ao recém nascido – Dicas importantes para a segurança do bebê!
Visita ao recém nascido – Dicas importantes para a segurança do bebê!

Visita ao recém nascido – Dicas importantes para a segurança do bebê!

A ansiedade para conhecer um bebê que acabou de nascer é normal. Mas antes de ir visitar, é preciso ficar atento a alguns detalhes. Assim, você não corre o risco de ser inconveniente e atrapalhar esse momento tão íntimo e delicado na vida da mãe e do bebê.

 

Veja algumas dicas:

Não apareça de surpresa
Visitas surpresas nem sempre são agradáveis. Com um recém-nascido em casa, então, pior ainda. Ligue antes de aparecer e combine com a família o melhor horário. O bebê ainda não tem horários definidos para dormir e você pode tocar a campainha bem na hora da soneca, que também é um dos poucos momentos que a mãe tem para aproveitar e descansar.

 

Não vá visitar se estiver doente
Esse tópico dispensa explicações, mas, mesmo assim, é bom lembrar. Como o bebê acaba de chegar ao mundo, ainda não tem o sistema imunológico completamente desenvolvido, nem tomou todas as vacinas. Por isso, ele fica mais suscetível a ação de vírus e bactérias. Melhor se recuperar totalmente antes de conhecer o recém-nascido.

 

Não beije as mãos ou as bochechas
Você já reparou no número de objetos em que você encosta as mãos todos os dias? Chaves, paredes, dinheiros, celulares… Enfim, uma infinidade de itens que, para nós, adultos, são comuns, mas que, para recém-nascidos desprotegidos, podem ser fontes de vírus e bactérias. E bebês vivem colocando as mãos na boca. Então, evite pegar nos dedinhos do pequeno e também não o beije. Pegar no colo, só se a mãe oferecer.

 

Não descuide da sua higiene
A maior parte das mães de recém-nascidos deixa bem aparente para as visitas um frasco de álcool-gel. Não é frescura, nem exagero. Se elas disponibilizam o produto, é porque querem que você use, principalmente antes de pegar o bebê. Não custa, né? Mesmo que elas não tenham um pote para oferecer, lembre-se de lavar sempre as mãos, para proteger o bebê.

 

Não use perfume e não fume antes de fazer a visita
O olfato do bebê é muito sensível. Sem falar na possibilidade de ele ter uma série de alergias ou restrições, que ainda não foram diagnosticadas. Por isso, é de bom tom evitar expor a criança a cheios desnecessários. Não fume antes (e muito menos durante) da visita e esqueça os perfumes fortes. Melhor ainda se você esquecer os perfumes em geral.

 

Não atrapalhe o momento do bebê mamar
Fique esperto. Se perceber que o bebê está reclamando e que pode ser fome, esse pode ser um sinal de que é momento de se despedir. Algumas mulheres se sentem constrangidas e preferem amamentar o bebê sozinhas, de maneira reservada. Principalmente no início, quando muitas não têm tanta prática, elas podem se atrapalhar e ficar inseguras ao oferecer o peito para o bebê. Fazer isso na frente de outras pessoas pode potencializar as dificuldades. Na dúvida, é melhor aproveitar para ir embora. Ou, então, ofereça para sair do local.

 

Segure para você os conselhos e os palpites
Tudo o que uma nova mãe não precisa é de palpites. Nunca. Nem mesmo quando seu filho for mais velho. Mas, principalmente, nessas primeiras semanas, quando ela ainda está se adaptando ao novo papel, conselhos inconvenientes podem deixá-la irritada, insegura, triste… A reação depende do temperamento de cada uma. Portanto, evite ao máximo frases como “Dá uma mamadeira. Esse bebê deve estar com fome”, “Coloque ele no berço, se não vai ficar mal acostumado” ou “Deixa ele chorar um pouco. Faz bem para os pulmões”.

 

Não demore com a visita
Visitar um recém-nascido significa, sim, que você se importa com ele, com a mãe e com o pai. Não dá para negar que é um sinal de carinho. Porém, para demonstrar toda a sua gentileza, você não precisa ficar horas e horas. O bebê pode ter tido cólica a noite inteira e, muitas vezes, os pais precisam descansar, em vez de fazer sala. A não ser, é claro, que eles peçam para você ficar – e aí, cabe a você a sensibilidade de interpretar se o pedido é real ou se foi feito apenas por educação.

 

Fonte: https://revistacrescer.globo.com/Gravidez/Pos-parto/noticia/2015/03/visita-ao-recem-nascido-15-dicas-de-etiqueta.html