Corrimento Vaginal
Corrimento Vaginal

Corrimento Vaginal

Por Hugo Sachser Filho*

Corrimento vaginal é uma das principais causas de consulta ao ginecologista. Queixa muito freqüente na vida da mulher é caracterizada pela anormalidade da quantidade ou do aspecto físico do conteúdo vaginal e pode ser observado durante o exame físico ou referido pela paciente.

A vagina de toda mulher é povoada de micro-organismos, os quais em conjunto são chamados de Flora Vaginal. Os maiores causadores do corrimento são: vaginoses bacterianas, fungos, tricomoníase, gonococos e clamídias. Apesar de terem características próprias nem sempre é possível determinar o agende causador do problema.

Alterações do Ph (acidez) da vagina, o uso de medicamentos, doenças crônicas, hábitos de vida, local de trabalho e até mesmo itens de vestuário, podem alterar a Flora Vaginal, propiciando o aparecimento de problemas. O próprio corpo da mulher, com suas células de defesa, juntamente com os lactobacilos da vagina, tem condição de resolver pequenos problemas. Porém, de um modo geral, corrimentos persistentes com mau cheiro, dor ou coceira devem ser examinados por um Ginecologista.

O diagnóstico é feito no consultório ginecológico, não sendo necessária normalmente a realização de exames complementares. Com o diagnóstico vem o tratamento e orientações de como evitar a recorrência desta situação indesejada.

Dr. Hugo Sachser Filho é médico Ginecologista e Obstetra – CRM 21374
Atende pelo Sempre Vida no Hospital de Olhos Rondon
Rua Santa Catarina, 775 – Centro – Marechal Cândido Rondon – Fone: 3254-0469

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *