Seja doador voluntário de sangue

Sangue não pode ser fabricado, a não ser é claro pelo próprio corpo humano. Não existe nada que substitua o sangue, ou seja, ele é vital e quando uma pessoa necessita de transfusão sanguínea ela precisa de você, da sua solidariedade para que ela possa continuar a viver. A doação de sangue não dói, é fácil, rápido, não prejudica sua saúde e você tem a oportunidade de salvar muitas vidas.
Pense que, mesmo estando longe e não conhecendo a pessoa que recebeu o seu sangue, ela estará feliz e lhe agradecendo todos os dias por mais essa chance de vida que VOCÊ proporcionou a ela.
O pouco de sangue que você doou a essa pessoa, não fará falta para você, porque ele é reposto automaticamente pelo seu organismo.

Para ser um doador de sangue é preciso seguir alguns critérios para garantir a segurança e a qualidade do sangue que será coletado. Então você precisa:
• Apresentar um documento original e oficial com foto para fazer o cadastro da doação;
• Estar bem de saúde (não estar gripado, resfriado ou com dor de garganta e febre nos últimos 15 dias).
• Ter entre 18 e 60 anos;
• Pesar mais que 50 quilos;
• Ter conhecimento das vacinas que tomou no último ano;
• Saber os medicamentos que está tomando (alguns impedem a doação);
• Estar alimentado, NÃO pode doar sangue em jejum;
• Ter dormido bem na última noite;
• NÃO ter comportamento de risco em relação à AIDS (fazer uso de drogas ilícitas, e/ou ter vários parceiros sexuais).

Hoje uma pessoa que você não conhece está precisando do seu sangue, um dia pode ser uma pessoa que você conhece, um amigo ou até alguém mais próximo de você. Por isso, seja um doador de sangue e ajude a salvar vidas.
Para facilitar esse ato de solidariedade, no dia 24 de Setembro de 2010 a Unidade de Coleta e Transfusão de Toledo (Banco de Sangue) estará presente no Hospital Rondon para realização de coleta de sangue. Estaremos realizando cadastros para doação no período da manhã a partir das 8h e no período da tarde a partir das 13h.

Você também pode se cadastrar como doador voluntário de medula óssea, basta ter entre 18 e 55 anos, não ter nenhuma doença infecto-contagiosa e apresentar CPF E RG.

Julia C. Vincenzi – CRESS 7088
Wagner R. P. Zanardo – CRF-PR 20084