Artrose

Por Juliano Valério Bortolletto*

A osteoartrose, doença que afeta as articulações, está cada vez mais freqüente em nosso meio. Com o aumento da expectativa de vida e envelhecimento da população, essa alteração típica dos idosos, tem sido motivo freqüente de consulta aos consultórios ortopédicos.

A artrose provoca degeneração, ou seja o desgaste da cartilagem articular, tecido que reveste as articulações e permite seu perfeito movimento. Esse desgaste pode afetar todas as articulações, sendo a articulação do joelho a mais acometida.

Inicia-se, geralmente após os 55 anos de idade, causando dor e inchaço nas articulações. Com a progressão da doença a limitação dos movimentos e deformidades podem aparecer.

Atualmente, não existem medicamentos que curem a artrose, portanto a prevenção é a melhor maneira de evitar seu aparecimento. Essa deve ser feita através da realização frequente de exercícios para alongamento e fortalecimento muscular, controle da dieta e do peso.

Uma vez o diagnóstico confirmado, o tratamento inicial se baseia no uso de medicações como os analgésicos, anti-inflamatórios e condroprotetores. O tratamento fisioterápico associado, para manutenção dos movimentos e da força muscular, é indispensável.

O tratamento cirúrgico costuma ser indicado para os casos em que a dor e a degeneração articular progridem. Esse pode variar desde uma “limpeza articular”, que é realizado através de artroscopia, osteotomias para correção das deformidades até a substituição total das articulações através da colocação de próteses.

 

Dr. Juliano Valério Bortolletto é Médico Ortopedia e Traumatologia – CRM 22.068

Atende pelo Sempre Vida na Clínica Bortolletto

Fone: 45 3254-6629

Rua 12 de Outubro, 919 – Centro

Marechal Cândido Rondon-PR