Até que idade as crianças fazem as trocas na fala?

Por Cinthia Mara*

 

A comunicação se inicia ainda quando o bebê está na barriga da mãe, que ao ouvir a sua voz começa a estabelecer algum tipo de contato.
Logo no primeiro ano de vida, o bebê inicia as primeiras ‘lalações’ e assim vai crescendo e se tornando um comunicador.

Etapas da aquisição da fala:
* 10 – 14 meses: iniciam-se as primeiras palavras.
* 18 meses: o bebê já possui um vocabulário de 10 – 20 palavras.
* 2 anos: poderá estar usando até 200 palavras.
* 2 anos e meio: iniciam-se as sentenças.
* 3 anos: a criança já entende o que o adulto fala e faz uso de novas palavras. Também nesta fase usa a ”sua linguagem” para conseguir o que deseja.
* 4 anos: pronuncia adequadamente os fonemas da língua.

Entre 02 e 05 anos, a criança tem o ápice do desenvolvimento da linguagem e nesta fase são formadas as primeiras palavras isoladas e depois as frases.
A partir dos 05 anos ela já se encontra totalmente desenvolvida e amadurecida para a linguagem.

Existem 3 tipos de erros mais comuns:
* troca de fonema (“pato e não ”prato)
* omissão de fonema (”cao e nao ”carro”)
* imprecisão de fonema (cato e nao gato).

Etapas do desenvolvimento dos fonemas, segundo a idade;
* 18 meses: b, m
* 2 anos: p, t, d, n
* 2 anos e meio: k, g, nh
* 3 anos: f, v, s, z
* 3 anos e meio: x (ch), j (ge – gi)
* 4 anos: l, lh, r, rr, s e r intermediários e encontros consonantais
* 5 anos: desenvolvimento completo

Fatores que influenciam o desenvolvimento da aquisição dos fonemas:
* Orgânicos: má-oclusão dentária, alterações congênitas, paralisia facial, respiração oral.
* Funcionais: uso prolongado de chupeta e mamadeira, problemas emocionais, vícios de articulação.

Como agir?
*Se a partir dos 05 anos as trocas, omissões e imprecisões de fonemas persistirem, não brigue com seu filho e nem ache que ele faz propositalmente, procure o auxilio de um fonoaudiólogo.

Cinthia Mara Johanns é Fonoaudióloga – CRFa 8948PR
É Mestre em Distúrbios da Comunicação
Atende na Clínica Reabilitar
Rua Cabral, 920 – Centro – Fone: 3254-1316
E-mail: neurorigon@gmail.com