O poder das vitaminas

Por: Mônica R. Pohlenz Stolarski *

 

As vitaminas são nutrientes essenciais para um bom funcionamento do organismo, pois evitam muitas doenças. Elas não são produzidas pelo organismo e, portanto, devem ser ingeridas pela alimentação ou suplementos. Se houver déficit ou excesso destes compostos podem surgir doenças que colocam em risco a saúde. Por isso é importante saber que na dose certa as vitaminas não oferecem perigo.

 

Temos duas classificações para elas, lipossolúveis e hidrossolúveis, dependendo de sua capacidade de solubilidade:

– As vitaminas A, D, E e K são lipossolúveis, pois são absorvidas juntamente com as gorduras da dieta e armazenadas no tecido adiposo e fígado.

– As vitaminas hidrossolúveis são as do complexo B (B1, B2, B3, B5, B6, B7, B9 e B12) e C, são absorvidas pelo organismo em água e eliminadas pelo suor e pela urina.

 

A vitamina A garante a regeneração do pigmento da retina, responsável pela nossa visão em locais com pouca luz. Também é importante para o crescimento dos ossos e saúde da pele.

As do complexo B são consideradas fundamentais. São responsáveis pela manutenção da saúde mental e emocional do ser humano. Elas ajudam a produzir energia e criar novas células, e estão presentes em vários processos metabólicos do organismo.

Já a vitamina C, também chamada de ácido ascórbico, auxilia na síntese de colágeno e do material intracelular. Seus estudos também sempre estão associados com o aumento da imunidade e como antioxidante, para a captação de radicais livres.

Nossa pele é rica em uma substância chamada colecalciferol, porém, essa substância está adormecida. Quando nosso corpo entra em contato com os raios ultravioletas, essa substância inerte ganha sua forma ativa: a vitamina D. Ela passa a desempenhar seu papel muito importante em diversas funções no organismo, como por exemplo, evitar a osteoporose. Ela também é essencial para a manutenção da saúde dos nossos rins, glândulas, músculos, da imunidade e até mesmo para o sistema neurológico.

A vitamina E, também chamada de Alfa Tocoferol, apresenta um papel fundamental na proteção do organismo contra a ação oxidativa, está envolvida com processo metabólicos de eliminação de radicais livres.

A falta de vitamina K acarreta em ferimentos e sangramento excessivo, pois ela está ligada ao processo de coagulação sanguínea. Também ajuda a fixar a vitamina D nos ossos.

O difícil é manter uma alimentação que equilibre todas essas vitaminas. Na prática, nem sempre conseguimos esquematizar as refeições. No caso dos brasileiros, a grande maioria não absorve o total necessário de vitamina D e E, enquanto outros não consomem tudo o que precisariam de vitamina K.

Para ajudar a suprir essa carência existem os suplementos vitamínicos que podem ser indicados por médicos e nutricionistas, desde que o paciente apresente carência desses nutrientes devido a uma alimentação precária ou, ainda, problemas na absorção de nutrientes. Elas também são recomentadas para aqueles pacientes que precisam repor estas substâncias, devido a ação de alguma doença.

Por isso, é sempre bom consultar seu médico ou sua nutricionista para saber quais são as vitaminas que o seu corpo necessita.

 

Fonte: Revista Saúde (Edição#88 Dezembro de 2015).

 

FOTO: Reprodução

* Mônica R. Pohlenz Stolarski é nutricionista pós-graduada em nutrição clínica com ênfase em alimentação Institucional – CRN8 6467

Ela atende no Sempre Vida Consultórios

 

Ela atende no Sempre Vida Consultórios
Rua Mato Grosso, 640 – centro, ao Antigo Filadélfia
Marechal Cândido Rondon-PR
Fone: 45 3284-7100